domingo, 4 de agosto de 2013

Hidrotubação X Obstrução Tubária



HIDROTUBAÇÃO x OBSTRUÇÃO TUBÁRIA

A hidrotubação é uma técnica antiga e vem sido aperfeiçoada com o passar dos anos com a descoberta de drogas mais eficazes na regeneração tubária.

Inicialmente o tratamento era feito com a insuflação das trompas com gás carbônico, injetando pressão de ar através do útero, técnica chamada de PERSSUFLAÇÃO TUBÁRIA, mas ocorriam acidentes tais como a ruptura da trompa devido ao gás, iniciando uma hemorragia interna com causas fatais.

Quando descobriu-se a penicilina diluída em soro fisiológico e injetada nas trompas, iniciou-se a era da HIDROTUBAÇÃO.

Com a evolução dos medicamentos, passou-se a usar enzimas, cortisona, e um antibiótico específico para os germes da pelve.

Basicamente consiste na aplicação via vaginal (colo uterino) de um conjunto de medicamentos para desobstrução da(s) trompa(s).

O método é bem parecido com a histerosalpingografia mais as cólicas não são tão fortes.

É uma técnica bem mais barata que FIV e os resultados são mais promissores e bem menos traumáticos.

A hidrotubação não é um processo de ação mecânica, é baseado em medicação injetada tornando-o um processo químico, daí a necessidade do intervalo de 1 semana entre as aplicações.

É realizada 1 aplicação semanal durante 3 semanas consecutivas e preferencialmente entre duas menstruações.

Intervalos de aplicações inferiores a 7 dias não são aconselháveis pois as drogas utilizadas são de ação lenta e penetram no útero e não podem se acumular no organismo.

O ideal é que esta técnica seja utilizada 7 dias após a cirurgia para reversão da laqueadura das trompas, desde que a mesma não tenha sido mutilada (tirada totalmente), evitando assim os casos de obstrução pós-cirúrgica.
Médicos que utilizam a técnica afirmam não existirem relatos de alergias aos medicamentos usados na hidrotubação.
A principal contra-indicação para utilizar a técnica de hidrotubação é o sangramento vaginal, mesmo que pequeno ou em “borra de café”, nos dois dias que antecedem a aplicação.

Deve-se utilizar uma cânula apropriada para a hidrotubação e tem que ter muito cuidado para não permitir o uso da sonda de foley, que tem um "balãozinho na ponta" porque esta sonda ao penetrar no interior do colo uterino provoca um pouquinho de sangramento, que pode destruir a enzima contida na medicação a ser introduzida, tornando o método ineficaz.

As trompas obstruídas constituem uma das maiores causas da infertilidade feminina.

A infecção por um germe chamado “Clamídia tracomatis” é uma infecção silenciosa das trompas que causa a sua obstrução, ou algumas vezes pior,destrói seu interior.
Essa bactéria é silenciosa e imperceptível mas muito poderosa e que causa a obstrução tubária e destruição dos cílios existentes no seu interior e que são responsáveis por carregar o ovo já fecundado até o útero para então ocorrer a nidação e desenvolvimento do embrião, num ritmo natural .
Quando estes cílios não mais existem, pode ocorrer a gravidez tubária por não chegar a tempo o ovo ao útero ou chegar muito cedo ao útero que ainda não está  totalmente preparado, ocorrendo a perda do ovo e ocasionando a menstruação.
Uma forma simples de combater a bactéria é diagnosticá-la através do exame preventivo;
Quando tristemente ocorre uma gravidez tubária, é necessário a remoção do embrião através de cirurgia, e o que ocorre na maioria das vezes é uma hemorragia interna e esse sangue que fica livre na cavidade abdominal funciona como uma goma que lacra a trompa.
As alterações tubárias, tipo obstrução, somente são identificadas através de exame de histerossalpingografia,.
O tratamento aos danos causados no interior da trompa ou a sua obstrução, podem ser tratados com a infusão de enzima + cortisona + antibiótico, processo denominado HIDROTUBAÇÅO.

Existem 3 tipos de obstrução tubária:

Aderência fugaz quando não houve lesão no epitélio interno da trompa;

geralmente se desfaz com a pressão do contraste       utilizado no exame de histerossalpingografia.

Aderência frouxa – o tecido inflamatório é frouxo permitindo a ação da enzima. Mesmo que tenha havido danos do epitélio interior das trompas com comprometimento dos cílios internos é possível a regeneração;

é utilizada neste caso, a cortisona que retarda a reparação tubária, dando tempo para a regeneração dos cílios.

Aderência firme ou densa aderência ocasionada por processo inflamatório que gerou tecido de reparação denso, rico em fibrina e tecido conjuntivo denso, não sendo suscetível a ação da enzima ou da cortisona. Neste caso a única indicação é a FIV. 

Deixo aqui o nome e endereço de alguns médicos que utilizam o método de HIDROTUBAÇÃO:

1º Dr André Vaz

Rua da Conceição, 188  sala 804 -  Niterói Shopping – Centro Niterói – RJ

Fone: (21) 2603-8679 / 2613-5745

2º Dr. Silvio Alex

Avenida Rio Branco, 156 - 33º andar  - Ed. Avenida Central

  Dra Altacir Rebouças
Rua Caetano Moura, 35 (Federacao)
Salvador, Bahia BA

Fone: (71) 2106-1000, (71) 2106-1006, (71) 2106-1010
Fone: (71) 2106-1006

21 comentários:

  1. Mel, MEUS PARABENS! Gostei do seu resumo, fiel ao conhecimento adquirido. Continue assim, pois precisamos de mulheres como vc, em prol de TODAS!!!
    dr andre vaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. É possível saber qual é o tipo de obstrução,pois a uma que sitada por último não é possível reverter.
      Pois moro em porto alegre RS. E irei até VC para fazer a desobstrução assim que possível. Ou a algum médico aqui que o Sr. Possa me recomenda!?.

      Excluir
  2. Olá Boa tarde Mel!Tenho as trompas obstruídas e desejo fazer a hidrotubação tbm,por favor vc poderia me dar o numero de contato para que eu possa marcar uma consulta com a Drª Altacir Rebouças?Por que eu liguei para o ceparh esse numero ai de cima que vc colocou e lá me informaram que ela já não atende mais lá e também não souberam informar onde ela está atendendo.Ja procurei pela internet e não encontrei nenhum contato dela,desde já agradeçoBjs!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vê esse nº (71) 3409.8000 Hosp. São Rafael e o (71)3330.5100 da Unid. Garibaldi

      Excluir
    2. Obrigado meninas já encontrei Dra Altacir ela está atendendo na unidade Garibaldi mesmo.Semana que vem irei para a 3ª sessão da hidrotubação.Abraços!

      Excluir
  3. Olá! Eu lamento não poder ajudá-la. O único número de contato que eu tenho é o que divulguei, mas talvez se você se dirigir ao conselho regional de medicina voce consiga o endereço atualizado. Boa sorte! Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Dra.Altacir atende no centro medico do hospital sao rafael garibalde.

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo. Atende no Hospital São Rafael também, fiz a hidrotubação com ela também. ótima profissional, recomendo.

    Taís Viana

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde. Mel você conhece algum medico em São Paulo que faça esse procedimento
    Obrigado. Mara

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde. Mel coce conhece algum medico em São Paulo que faça esse procedimento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clinica ferticlin tel 11 5581-2045 1consulta e pago uma unica vez 350,00 e cada aplicacao 120, 00

      Excluir
  8. Algum médico que faça aqui em Goiânia?

    ResponderExcluir
  9. Algum médico que faça aqui em Goiânia?

    ResponderExcluir
  10. Olá Mara, em São Paulo, o dr.Flavio e o dr.Raul fazem hidrotubaçao, boa sorte!
    Diva

    ResponderExcluir
  11. Mel, algum medico em Curitiba? Obgada

    ResponderExcluir
  12. Lamentavelmente não conheço nenhum médico que utilize esta técnica em Curitiba, Fabiana Silva!

    ResponderExcluir
  13. MORO EM NITERÓI alguém sabe onde faço

    ResponderExcluir
  14. Oi Mel! Algum médico em porto alegre RS que faça!?.

    ResponderExcluir
  15. Olá Mel e em porto alegre RS. Algum será!!?.

    ResponderExcluir
  16. gostaria de saber se tem algum medico que faz hidrotubação em Goias

    ResponderExcluir